Readmissão de todos os ferroviários

Readmissão de todos os ferroviários
Na greve dos metroviários de São Paulo, os trabalhadores saíram à luta por reajuste de salário. Alckmin (PSDB) não quis negociar e nem quer aceitar que os trabalhadores lutem. Os metroviários exigiam aumento e Alckmin respondeu com a tropa de choque, suas bombas, balas de borracha e 41 demissões. O governador ainda se apoia na Justiça do Trabalho, que com a ânsia de assegurar os interesses dos acionistas do Metrô e do governo, negou aos metroviários um dos direitos constitucionais mais básicos: o direito de greve. O SINTEFERN chama toda a categoria em solidariedade os companheiros metroviários de São Paulo. Para exigimos que o governo Alckmin, negocie com os trabalhadores, reintegre todos os 41 que foram demitidos. E aceite a liberação das catracas do metrô, enquanto a negociação perdurar.

Campanha Nacional Contra Privatização

Campanha Nacional Contra Privatização

quinta-feira, 11 de março de 2010

Solidariedade classista aos trabalhadores do Haiti
(Atualizado em 15 de março de 2010, às 14h43)
Está em curso no país uma campanha de solidariedade direcionada ao movimento operário e popular haitiano, onde tem se destacado a parceria com a Batalha Operária (Central sindical e popular haitiana). Até o presente momento, cerca de 25 entidades e 60 pessoas físicas enviaram duas contribuições que totalizaram R$ 163.567,55 (88 mil dólares). Esse movimento tende a crescer, pois muitas categorias estão aprovando em assembléia o desconto de 1% do salário para enviar ao Haiti, por exemplo os metalúrgicos de São José dos Campos (SP) e os operários da construção civil (PA) e da mineração (MG). Com isso, a expectativa é de que os envios cheguem a 250 mil dólares (ou 443 mil reais).

Além da campanha financeira, muitas entidades estão organizando debates, palestras, atos, com a presença de companheiros haitianos para explicar que seu país não precisa de ocupação militar, que precisa sim de uma forte solidariedade internacional dos trabalhadores. Por isso, os trabalhadores brasileiros precisam iniciar uma discussão em todas as categorias sobre o papel que cumpre as tropas militares em um país que tem uma longa história de ocupação estrangeira.

Desse modo, o SINTEFERN faz um chamado à categoria ferroviária a darmos um passo no sentido da solidariedade internacional da nossa classe. Isto significa que a partir de segunda-feira (15/03) estaremos recebendo no sindicato doações para enviarmos diretamente ao Haiti, através da Batalha Operária (Batay Ouvriye, a língua criola falada no Haiti). A recomendação é que se der prioridade a roupas e remédios. No caso de envio de dinheiro, a conta para depósito ou transferência é a da Coordenação Haiti. 

VEJA A CONTA PARA CONTRIBUIÇÃO FINANCEIRA
Banco do Brasil
Favorecido: Coordenação Haiti
Agência: 4223-4
Conta: 8844-7

2 comentários:

  1. Parabéns pelo blog e as matérias que aborda. Não deixe de Ler matéria que demonstra os 10 municípios cearenses que pagam o pior piso aos professores no Estado. Seguida de reflexão sobre o fato vergonhoso. Basta acessar: www.valdecyalves.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nos tempos atuais ao seguimos um blog ou sermos seguidos, formamos uma verdadeira teia, capaz de ter um alcance quantitativo e qualitativo para matérias formativas e informativas, que mídia alguma consegue ter. Já imaginou se os pré-sócrates e pós socráticos tivessem tal meio divulgador na sua época? A história seria outra! POR ISSO PARABÉNS PELO BLOG.

    Aproveito para CONVIDAR VOCÊ, seus seguidores e quem você segue, para lerem matéria sobre o espetáculo SAGRADO E PROFANO, que ocorrerá na cidade de Senador Pompeu, interior do Ceará, no pequeno Distrito de Engenheiro José Lopes. Experiência artística que mobiliza toda a população, que além de encenar a Paixão de Cristo ainda tem os caretas, que há cerca de 70 anos, saem pelas ruas. Experiência artística, social, política, folclórica, econômica..... que merece ser relatada, imitada e, sendo possível, vista e visitada ao vivo. Boa leitura em:

    www.valdecyalves.blogspot.com

    ResponderExcluir